quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Eu te amo quando...


Poxa achei esse texto tão forte, não sei por que "me identifiquei tanto com esse texto, tudo que diz nele faz bastante sentido, se as pessoas seguissem pelo menos algumas desses tipos de "eu te amo", acho que não teriam tantas separações pelo mundo a fora, o respeito, a individualidade e a liberdade de cada um é essencial para manter uma relação a dois.

O amor realmente é tudo isso que diz no texto, e quando não há amor, tudo irá falhar e acabar em separações, principalmente não havendo reciprocidade entre os sentimentos.

(Edson, acho que esse texto foi escrito pra mim!)


Eu te amo quando não preciso mais dizer que te amo
Eu te amo quando reconheço o teu direito de fazer escolhas
Eu te amo quando reconheço a tua própria liberdade tanto quanto a minha
Eu te amo quando compreendo as tuas vontades de ficar só
Eu te amo quando não te sufoco com chiliques ou pressões
Eu te amo quando ponho afeto e gostosuras a nossa distância
Eu te amo quando me convenço que o ciúme é o câncer do amor
Eu te amo quando te ajudo a ser mais livre do que era quanto te conheci
Eu te amo quando a reciproca a tudo isso é verdadeira.




11 comentários:

César Fernández disse...

que lindo...

acho que é o tipo de coisa que qualquer um se identifica facilmente :D

Andréia disse...

Olá! amei o texto e concordo com o que você disse... muito lindo!

beijos

Marco disse...

Olá Paulo!

Primeiramente gostaria de lhe agradecer a gentileza das palavras e a visita em meu espaço. O prazer de passar por aqui para mim não poderia ter sido diferente, já que a identificação com as músicas e os textos foi total! Parabéns pelo blog e a respeito do belo post eu digo o seguinte... O amor não impõe, nem pede nada. Apenas vive-se!

Grande abraço

paula barros disse...

Já tinha lido lá no Mude, porém foi muito bom reler. Relendo vi mais belezas ainda. Principalmente pela sua introdução. abraços

Edson Marques disse...

Paulo,

agradeço pela citação do poema aqui. Eu também, é claro, gosto dele... rs!


Estive hoje no Recife Música. Parabéns!


Abraços, flores, estrelas..

Guilherme Vila Nova disse...

E aii Paulo ...
mermaoo q texto massa ....
gostei mto ...

e concordo com oq vc disse ...
se alguem amasse pelo menos feito um item desse texto ... nao iriam ter tantas separacoes!!

abracos ...

Jay disse...

Texto muito bom, fala de amor sem se prender a clichês fracos

Nanamada disse...

OI menino!!Sim os poemas sao meus mesmo.
OLha , todos aqueles selos que deixei la na postagem sao seus , todos, nao somente este que esta na sua pagina.Bom semana!!

Nanamada disse...

OI menino!!Sim os poemas sao meus mesmo.
OLha , todos aqueles selos que deixei la na postagem sao seus , todos, nao somente este que esta na sua pagina.Bom semana!!

Rafael disse...

começa a escrever algo seu.
Sou fã do Edson.

Giovana Vincenzi disse...

Belo texto, belo texto! :o)
Vim retribuir a visita ao Blog do Barzinho! Muito obrigada mesmo!
Fico muito feliz que você tenha gostado! :o) E mais ainda por tê-lo salvado nos favoritos! :o)
Muito obrigada e um grande abraço! :o)